Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014 - 09:38

Site mostra impacto das mudanças climáticas em três localidades brasileiras

Analisar e divulgar os impactos das mudanças climáticas em uma cidade, um estado e uma região brasileira. Essa é a proposta do site !sso não é normal. A iniciativa mostra com detalhes o que está acontecendo em São Paulo, capital, em Santa Catarina e no Nordeste.

As histórias – sempre com começo, meio e fim – das duas primeiras localidades já estão disponíveis. Já as reportagens, fotos, vídeos e mapas interativos referentes ao Nordeste serão lançados no final de agosto.

Segundo diz Denis Russo Burgierman, editor do !sso Não é Normal
, a série foge do "debate técnico". A ideia é dar um passo além - em vez de explicar o conceito dos gases estufas, abrir o debate sobre o que isso tem a ver com o cotidiano das pessoas. "Faz 20 anos que estamos falando disso. Agora queremos mostrar como a vida aqui no Brasil é afetada."

Problemas em comum
Para Denis, apesar da distância, os três locais que o projeto aborda são afetados pelos mesmos problemas "A ocupação irregular nas cidades é uma constante. Um exemplo: a Câmara dos Vereadores de São Paulo está construída em cima do Rio Bexiga, o que é proibido por lei", diz. "Isso demonstra que nem os governos respeitam a distância que deveria existir entre rios e construções. É algo se repete no Brasil inteiro."
Em Santa Catarina, uma característica é o fato de vários eventos extremos acontecerem naquela região. "O primeiro furacão registrado no Brasil foi lá", comenta Burgierman. "É o Estado mais afetado por eventos extremos, com desde o mar avançando pelo litoral até a seca no interior."

Mais vulnerável às mudanças climáticas, o Nordeste apresenta uma razão especial a ser destacada. Segundo o editor do !sso Não é Normal, na maioria das vezes quem mais emite poluentes são as regiões mais ricas, porém quem mais sofre as conseqüências das alterações climáticas são os mais pobres, que normalmente estão em lugares mais perigosos, um deles é a beira dos rios.

"Com as mudanças, a tendência é que as chuvas se reduzam drasticamente. Temos um pedaço no miolo do semiárido que pode se tornar um deserto estéril. E isso gera um monte de efeitos sobre os quais ninguém está querendo pensar", afirma Burgierman.

Ao longo de todo o processo de desenvolvimento do projeto, os internautas poderão enviar suas opiniões e comentários sobre os assuntos abordados nas reportagens do site.

O projeto foi idealizado e apoiado pela Embaixada do Reino Unido no Brasil, o desenvolvimento ficou por conta da pela Webcitizen e Cia. da Foto e a hospedagem do site está sendo feita estadão.com.br
 

Fonte: Estadão e Embaixada Britânica